vídeo & mp3

Noches madrileñas…

O que a Espanha tem a ver com a música instrumental brasileira, especificamente com o Choro? Existiriam bandolins e violões 7 cordas perambulando pela extrovertida noite madrilenha assim, sem mais pudores? Como se explicaria este fenômeno? Quem estaria por trás disso? Um vídeo talvez seja a chave para que elucidemos tão profundas questões. Um vídeo, um detalhe, um momento. Certa feita, meados de novembro de 2009, eu encontrava em um palco de Madrid meu grande amigo Fernando de la Rúa. Violonista brasileiro de Itapeva, Fernando está em terras espanholas já há vários anos. Às altas noites madrilenhas, relembrávamos as noites…

Quarteto Jogral em Bistagno, outubro de 2008

Un raffinato repertorio basato sullo Choro, però con brani anche di Samba e Bossa-nova, è la proposta del Quarteto Jogral. Lo Choro è uno dei filoni più antichi della musica popolare brasiliana. Dalla seconda metà del XIX secolo i musicisti popolari che erano quasi sempre negri o meticci, cominciarono ad adattare a orecchio gli stili musicali che ascoltavano nei salotti dell’alta borghesia (polke, scottische, mazurke, walzer, etc) mettendo insieme il sentimentalismo portoghese con elementi ritmici africani. Da qui naquero vari generi musicali tra i quali, con il genio del compositore e strumentista Pixinguinha, lo Choro trovò una sua propria forma…

5 of 5
12345