itália

Choro de Rua, La Casa Maloca

Choro de Rua, La Casa Maloca

«Il tramonto che riveste l’Arno di un manto setoso ed estivo, le Alpi Apuane curiose, affacciate per ascoltare lo squisito concerto dei Choro da Rua, cosa chiedere di più? » Choro de Rua ha sempre la fortuna di suonare per delle persone bellissime in dei posti bellissimi. Grazie, La Casa Maloca, per il bellissimo concerto da voi, il 27 giugno 2021. Per il concerto, per l’accoglienza, per l’amicizia. E per la roda de choro strapiena di gente dopo il concerto!

Compartilhe!

Menina, amanhã de manhã – Tom Zé

Uma belíssima canção do compositor Tom Zé, escrita em 1972, que fala veladamente da ditadura militar (1964-1985). Choro de Rua convida Tatiana Valle para uma versão fresca e genuina a duas vozes de Menina, amanhã de manhã, canção em que emerge um Brasil que muitos não conhecem bem, uma raiz imersa na terra, densa e preciosa. Boa audição e boa reflexão! Tatiana Valle – voz Barbara Piperno – voz e flauta Marco Ruviaro – violão 7 cordas

Compartilhe!

Tua imagem, Canhoto da Paraíba

Canhoto da Paraíba foi um gênio das cordas. Tocando ao contrário, com as cordas “ao avesso”, ele fazia o violão soar como ninguém — peculiaridade que não compromete em nada a sua genialidade musical; muito pelo contrário, exalta-a. A vasta obra musical de Canhoto da Paraíba extrapola o universo violonístico. Tua imagem, um choro-canção originalmente instrumental, recebe aqui uma bela poesia do Yure Romão, músico brasileiro radicado em Paris que tive o privilégio de conhecer há alguns anos nas rodas de choro parisienses. Yure Romão, voz e violão Marco Ruviaro, bandolim Nem precisa dizer que o vídeo fora gravado nos…

Compartilhe!

Acerta o passo, Pixinguinha

Obra-prima de Pixinguinha, uma bela polca chamada Acerta o passo – é preciso estar atento para, justamente, não perder o passo. Gravada nos Estúdios Chorísticos Irineu de Almeida (Bolonha, Itália), em janeiro de 2019, em ocasião da visita do violonista José Vicente a Bolonha. Rodas de choro, gravações, boa música. Marco Ruviaro, bandolim José Vicente Miranda, violão 7 cordas Essa polca-choro é bastante tradicional como estrutura, tonalidades, modulações etc. Porém, é uma pérola de composição sob qualquer aspecto: fluência melódica, surpresas harmônicas, contraste entre as diversas partes, enfim, uma obra-prima. Mais uma de Pixinguinha.

Compartilhe!

Descendo a serra, Pixinguinha

Confirmado: pra descer, todo santo ajuda! Especialmente se for ladeira abaixo com esse fantástico maxixe do Pixinguinha, Descendo a serra! Nós do Choro de Rua aproveitamos a passagem pela Itália do Carlos Cesar, mestre dos batuques, vindo diretamente d’O Porto! Assistam e aproveitem para se inscrever no canal 😃 ah, e não deixem de ver o vídeo até o fim, pois rola uma espécie de ijexá que saiu sem querer no A derradeiro. Barbara Piperno, flauta Marco Ruviaro, violão 7 cordas Carlos Cesar, pandeiro

Compartilhe!

Pranto de poeta, Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Quem nunca ouviu falar em Mangueira, bom sujeito não é : ) morro, escola de samba, bairro, estação de trem, berço de grandes nomes do samba, o nome Mangueira é recorrentemente homenageado no repertório do samba por mestres como Cartola, Carlos Cachaça, Nelson Cavaquinho e outros. A parceria Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito rendeu algumas pérolas que entraram para a história do samba; uma delas é Pranto de Poeta, uma homenagem à Mangueira e seus artistas. Os sambas do mestre Nelson caem sempre bem na voz do grande amigo e músico Rogerio Tavares, potiguar radicado em Bolonha! Para completar…

Compartilhe!

Receita de Samba, Jacob do Bandolim

Il grande amico — nonché grande chitarrista, arrangiatore e compositore — Roberto Taufic suona Receita de Samba con noi del duo Choro de Rua! Ne siamo molto felici e orgogliosi, anche perché Roberto è l’autore delle note di copertina del nostro album Santo Bálsamo! Roberto è stato il primo musicista che ho conosciuto quando sono arrivato in Italia. Musicista incredibile, fonte di grande ispirazione per tanti musicisti sia nel mondo della musica brasiliana che nel jazz, è sempre un grande piacere e una sfida suonare con lui! In questo video, abbiamo “giocato” un po’ sulle note di Receita de Samba…

Compartilhe!

La rondine, Cristina Renzetti e Marco Ruviaro

Acho que o Adoniran iria ficar contente… tem sambinha italiano na praça! Trata-se de La rondine, que cá apresento ao lado da maravilhosa amiga e cantora Cristina Renzetti! Fiquei sabendo da existência dessa música somente há pouco mais de um mês (é duro ser ignorante, admito XD) pela voz da própria Cristina que, ademais, é a autora da versão em italiano deste samba — cujo tema original se chama Minha andorinha e foi escrito por Bia Krieger, compositora que não conheço pessoalmente mas que já tem toda a minha estima. Diz-se que ouviu-se por entre os pórticos de Bolonha o…

Compartilhe!
1 of 16
12345