itália

Flor Amorosa, Joaquim Callado

Flor Amorosa é um dos primeiros choros da história! No vídeo desta semana, o Choro de Rua interpreta — sempre à sua maneira, típica porém peculiar — esta obra-prima do maestro Joaquim Callado, que viveu em meados do século 19. Toda segunda-feira, vale lembrar, o Choro de Rua faz uma live sobre o último vídeo publicado, como nos preparamos, como gravamos, como trabalhamos o arranjo etc.! Dê o seu apoio aos trabalhos do Choro de Rua, contribua pelo site acima reservando a sua cópia do novo álbum Santo Bálsamo, que sairá em breve! O link para dar a sua contribuição…

Compartilhe!

Claire & Cris

Opa, choro inédito na praça! Claire & Cris é um choro que escrevi em 2016, e apesar de já ter sido apresentado em público várias vezes nos concertos do duo Choro de Rua e do Regional Matuto, faltava ainda divulgar alguma gravação dele! Esta composição é dedicada aos caros amigos franco-brasileiros Claire Luzi & Cristiano Nascimento, dois músicos fantásticos, poli-instrumentistas e grandes divulgadores da música brasileira na França! Vale a pena seguir o trabalho deles, visitem o site laroda.fr. É um choro varandão, ao melhor estilo de Vibrações e Pedacinhos do céu. Não possui grandes surpresas, mas harmonicamente ele trilha…

Compartilhe!

Odeon, Ernesto Nazareth

Voilà!, uma das músicas que o Choro de Rua mais gosta de tocar… ODEON, uma das pérolas do compositor brasileiro Ernesto Nazareth — o nosso mestre das teclas!!! Cada qual na sua quarentena (o violonista em São Paulo e a flautista em Paris), este primeiro vídeo marca a retomada dos trabalhos do Choro de Rua em meio ao caos pandêmico! Nessa gravação não há um arranjo propriamente dito; é a forma com que o Choro de Rua costuma tocar o Odeon, que faz parte do nosso repertório desde o início do duo (em 2012). A introdução é nova, eu bolei…

Compartilhe!

Greve geral

Chers chorões de France! Puisque je n’ai pas pu me rendre à Paris le weekend dernier (pour cause de grève), j’ai mis à profit mon temps libre et composé Greve geral (Grève générale), que je dédie à vous tous! Très important: dans la troisième partie, les musiciens sont en grève! J’espère que vous aimerez ce choro et le jouerez dans les rodas françaises! Baixar GREVE GERAL em PDF (instrumentos em C) Baixar GREVE GERAL em PDF (instrumentos em Bb) NB2: os parágrafos acima em francês não teriam sido possíveis sem a preciosa ajuda de Cléa Thomasset!

Compartilhe!

Papo 7 cordas: Fernando Mattoso entrevista

Hoje tive o prazer de ser entrevistado pelo amigo Fernando Mattoso, violonista de primeira, sambista de primeira, cantor de primeira. Só o Nando no surdo não sei se é de primeira ou de segunda, aí tem que perguntar pra ele! O Fernando tem entrevistado vários violonistas, como parte de uma série do seu canal Nando Mattoso! Em tempos de twitters, chats e emoticons, essas entrevistas reais são para a música um trabalho louvável e de grande valia. Ele no Rio, eu em Bolonha, conversamos real e virtualmente sobre mil assuntos pertinentes ao violão 7 cordas. Rodas de choro, como estudar,…

Compartilhe!

Eu quero é sossego, K-Ximbinho

Um novo vídeo gravado nos Estúdios Chorísticos Irineu de Almeida, aproveitando a visita do José Vicente Miranda a Bolonha: Eu quero é sossego, um belíssimo choro escrito pelo clarinetista brasileiro K-Ximbinho, um dos nossos mestres do Choro. Barbara Piperno, flauta Marco Ruviaro, bandolim José Vicente Miranda, violão 7 cordas Afinal, quem foi K-Ximbinho? Clarinetista, compositor, arranjador. participou da Orquestra Tabajara, regido por Severino Araújo, e da orquestra do maestro Fon-Fon (dois nomes importantíssimos para a música brasileira). Mais detalhes no Dicionário da MPB.

Compartilhe!

Acerta o passo, Pixinguinha

Obra-prima de Pixinguinha, uma bela polca chamada Acerta o passo – é preciso estar atento para, justamente, não perder o passo. Gravada nos Estúdios Chorísticos Irineu de Almeida (Bolonha, Itália), em janeiro de 2019, em ocasião da visita do violonista José Vicente a Bolonha. Rodas de choro, gravações, boa música. Marco Ruviaro, bandolim José Vicente Miranda, violão 7 cordas Essa polca-choro é bastante tradicional como estrutura, tonalidades, modulações etc. Porém, é uma pérola de composição sob qualquer aspecto: fluência melódica, surpresas harmônicas, contraste entre as diversas partes, enfim, uma obra-prima. Mais uma de Pixinguinha.

Compartilhe!
Regional Matuto

Regional Matuto

Choro ist also die Seele der brasilianischen Musik, Choro lebt aber auch und vor allem vom kreativen Spiel und der improvisatorischen Art und Weise miteinander zu musizieren. Alle wichtigen brasilianischen Komponisten berufen sich auf den Choro von Villa-Lobos bis Ernesto Nazareth, von Tom Jobim bis Egberto Gismonti, von Chico Buarque bis Guinga. Choro entstand im ausgehenden 19. Jahrhundert im damals kulturellen und wirtschaftlichen Zentrum Brasiliens in Rio de Janeiro. Die populären Musiker jener Zeit luden das Repertoire der europäischen Tanzmusik, den Walzer, den Schottisch und vor allem die Polka mit afrikanischen Rhythmen auf. Der Choro integriert bis heute alle bedeutenden…

Compartilhe!
1 of 14
12345