frança

Maratona chorística em Paris

Maratona chorística em Paris

Tudo começou no final de Março, quando cheguei a Paris… adverti meus amigos franceses de minha chegada com a seguinte correspondência: “Depuis d’amagnan, quatrième-foire, je vais desembarquer à l’Avant Garde de Lyon pour toquer un peu de Cheaureau avec mes amis françaises! Je voudrais aprofiter l’occasion pour lasser il mon très obligé au mon ami Denis, qu’est qui m’a enseigné à parler et escriver en français une fois en que nous jouions un peu de Cheaureau dans la famoise Place de la Sept Concorde”

Cessuar ô Flerris…

Cessuar ô Flerris…

Demém jarrantre a Tchuram… savodir que ojurduí nuzavom la derniér rodadexorrô parriziene… japans que la rodà cessuar ô Flerris sorrá ancruaiable!!! Si tu n’as pas compris, alors tu peux lire la traduction en français: Demain je rentre à Turin… ça veux dire que aujourd’hui nous avons la dernière Roda de Cheaureau Parisiènne… je pense que la Roda ce soir sera incroyable!!!

Roda de Choro à Milanesa, 18 de fevereiro

Roda de Choro à Milanesa, 18 de fevereiro

É exatamente isso que vocês leram… uma bela Roda de Choro à Milanesa, no sentido estrito da expressão! Desde que Milão foi fundada pelos ínsubres, vários séculos atrás, não se tem registro de Rodas de Choro regulares e consistentes ali — o que efetivamente é algo inadmissível do ponto de vista pan-chorístico. Ciente deste impasse histórico, eu coordenei uma Roda de Choro no dia 18 de fevereiro de 2011, uma sexta-feira de amena temperatura, na novíssima sede do IBRIT (Instituto Brasil-Itália) no Corso Sempione. A Roda de Choro contou com a participação de vários músicos, de Milão e também de…

Escorregando (Ernesto Nazareth)

Dando continuidade às surpresas pipocantes que o 2.º Intensivo de Choro (promovido pelo Clube do Choro de Torino) nos prepara a cada novo raiar do dia, segue pois esta decomposição improvisativa. A sucessão de elementos musicais de sorte variada permeia audaz o transcorrer das três partes deste belíssimo tango brasileiro do compositor Ernesto Nazareth. Os músicos são Marco Ruviaro ao bandolim, Javali ao cavaquinho, Fabrizio Forte ao violão 7 cordas, e Thierry Moncheny ao violão percussivo esporádico.

Verão não chega (Denis 7 Cordas)

Já não é novidade para ninguém que o 2.º Intensivo de Choro promovido pelo Clube do Choro de Torino foi qualquer coisa de excepcional. Mas as surpresas pipocam por todos os lados… como por exemplo este interessantíssimo choro. Trata-se de um choro composto pelo grande camarada Denis 7 Cordas (mantenedor do Bando do Chorão), composição esta intitulada Verão não chega, uma obra-prima artística que traduz de modo particularmente único o lamento de um estivador búlgaro desempregado que mantém viva a esperança do retorno do calor escaldante durante a desolação de um inverno tempestuoso e implacável. Os músicos são Denis Julien…

Intensivo de Choro de Torino 2010

Intensivo de Choro de Torino 2010

Os olhos do Clube de Choro de Torino, se este os tivesse, se encheriam de orgulho quando do anúncio do INTENSIVO DE CHORO DE TORINO 2010 que começou dia 20 de dezembro! Choro todos os dias, esse foi o princípio ativo cujos efeitos colaterais atingiram os arredores da Praça Pixinguinha

Roda de Choro Internacional

Agora que o calor pior passou, o Clube do Choro de Torino retoma a todo vapor as Rodas de Choro que vimos organizando sistematicamente. Aliás, Torino vem se firmando como um dos grandes celeiros do Choro na Europa, fato que, gostaria de crer, já será de conhecimento de todos a esta altura do campeonato

Odisséia parisiense de Choro

Sob as rédeas do mundialmente conhecido ativista chorológico Denis 7 Cordas, tomou forma uma programação de Choro em Paris de causar desarranjos intestinais mesmo aos mais reputados produtores artísticos que, por tantas vezes, perdem seu tempo com balelas comercialescas cujo nível musical chafurda próximo a índices muito aquém do zero absoluto

5 of 6
123456