Prelúdio N.º 3, Villa-Lobos

Quando comecei a estudar violão, já estava fascinado pela obra de Heitor Villa-Lobos, que conhecera através de uma fita-cassete que meu tio Lino Tucunduva me dera, com a obra completa interpretada por ninguém menos que os Irmãos Sérgio e Odair Assad.

Desde então, ouvi inúmeras gravações, mas a interpretação dos irmãos Assad segue sendo a minha primeira e única real referência; Villa-Lobos, para mim, é aquilo, é tocado assim.

Enfim, comecei a estudar violão com exatamente esse instrumento que utilizei nesta gravação. Foi nele que comecei a tentar tocar a obra de Villa-Lobos, portanto nada mais justo que a minha primeira gravação seja com esse violão em questão.

Deixo-vos, cá, pois, minha modesta interpretação — com requintes de liberdade — de um dos cinco fantásticos prelúdios escritos por Heitor Villa-Lobos para violão solo. Gravado em março de 2020 nos Estúdios Chorísticos Irineu de Almeida, em São Paulo.

Compartilhe!

Leave a Reply