Partituras

As partituras mais recentes que tenho digitalizado são de compositores brasileiros, além de arranjos meus de composições de Choro, Samba e música popular brasileira em geral.

Claudio Santoro

Desde 2006, venho realizando o longo trabalho de digitalização da obra compositor Claudio Santoro (1919-1989). O catálogo completo das obras pode ser consultado em www.claudiosantoro.art.br.

Claudio Santoro, excerto das “Canções de Amor”

Claudio Santoro, excerto das “Canções de Amor”

De Claudio Santoro, foi concluída a digitalização das seguintes obras:

  • Ave Maria, para coro a 4 vozes
  • Canto de amor e paz, para orquestra de cordas
  • Concerto para viola e orquestra
  • Canções de amor, para piano
  • Prelúdio para o Sanctus, para quinteto de cordas
  • Ponteio, para quinteto de cordas
  • Diversos prelúdios para piano
  • Trio para oboé, violino e fagote
  • Duo para violino e fagote
  • Batucada, para piano
Claudio Santoro, Sonata para piano e violoncelo

Claudio Santoro, Sonata para piano e violoncelo

Paulo Porto Alegre

Do compositor Paulo Porto Alegre, digitalizei as seguintes obras:

  • Sonata N.º 1
  • Itapema
  • Varandeio
  • Praiana
  • Encontro das Águas II
  • Estudos – II.ª Série
  • Estudos – III.º Série

Estas e outras peças do Paulo podem ser baixadas diretamente em seu site pauloportoalegre.com.

Canções para Voz e Piano, Alberto Nepomuceno

Outro importante trabalho realizado foi a digitalização das partituras das Canções para Voz e Piano do compositor cearense Alberto Nepomuceno (1864-1920), publicadas pela Edusp (Editora da Universidade de São Paulo) no primeiro semestre de 2004, sendo editor o pianista Dante Pignatari.

Canções para voz e piano, Alberto Nepomuceno

Canções para voz e piano, Alberto Nepomuceno

Este é o quarto livro da série Música Brasileira, da Edusp, representando mais um passo na recuperação da obra de vários compositores brasileiros, um rico acervo musical ainda não editado decentemente.

O livro pode ser adquirido no site da Livraria da Edusp.

Nepomuceno foi um dos mais importantes compositores do chamado romantismo brasileiro, e compôs 72 canções para voz e piano (duas estão perdidas), de grande significância para o conjunto de sua obra. Nepomuceno foi ainda o primeiro a traduzir para o português, em 1916, o tratado de Harmonia de Arnold Schönberg, sobre a 1.ª edição de “Harmonielehre” (1911).

Almeida Prado

Em 2004, digitalizei a grade e partes instrumentais de duas importantes obras do compositor brasileiro Almeida Prado (falecido em Novembro de 2010), sobre poemas de Hilda Hilst: Cantares de Sem Nome e de Partidas (1996), para soprano e orquestra de cordas, e Amavisse (1988), um ciclo de nove canções para clarinete, violoncelo, harpa e barítono.

Outros compositores

Do violonista e compositor Sérgio Assad, foi digitalizada a peça Winter Impressions, para flauta, viola e violão, do violonista (em três movimentos: The Frozen Garden, Solitude e Fireplace). Do compositor e arranjador Radamés Gnattali (1906-1988), foram editadas Brasiliana Nº 8, para dois violões, e Introdução e Choro, para violino e violão.

  • “Winter Inpressions”, de Sérgio Assad
  • “Brasiliana N.º 8”, de Radamés Gnattali
  • “Introdução e Choro”, de Radamés Gnattali
  • “Fuga Ricercata”, de J. S. Bach, orquestração de Anton Webern
  • “Véus sobre cores”, de Rafael Nassif
Sérgio Assad, excerto da peça “Winter Impressions”

Sérgio Assad, excerto da peça “Winter Impressions”

Atualmente, entre outros trabalhos, estou fazendo a digitalização da Suíte para violão do compositor fluminense César Guerra-Peixe (1914-1993). Composta na década de 40 e nunca editada, a Suíte é uma peça típica da experiência do dodecafonismo “à brasileira”, e é dividida em três movimentos: Ponteado, Acalanto e Choro.